segunda-feira, 17 de junho de 2019

Opinião: Amizades, Cacatuas & Outras Coisas

.
''Bookcrushes'' Assegura: A resenha a seguir está completamente livre de Spoilers... Leia sem Moderação e divirta-se!
.
Sinopse:
.
Antônia e Helena só queriam calma e tranquilidade durante as férias. Mas era claro que não seria fácil assim. Um trabalho de literatura de última hora definitivamente não fazia parte dos planos de ninguém, ainda mais sendo em dupla! E o pior: teriam que fazer juntas. Logo elas, ex melhores amigas de infância que não se falavam há meses. 
.
No meio de muita confusão e mágoas, as duas garotas terão que se autodescobrir em uma jornada complicada, com amigos levemente intrometidos, uma vidente mal-educada e a razão do fim da amizade, que pode ou não ter origem em seus próprios problemas e traumas. Isso, é claro, se conseguirem primeiro sobreviver àquela maldita cacatua.
.
O que eu achei?
.
Eu estava SUPER empolgado para ler esta história da Mareska Cruz, pois simplesmente o conto dela em "Todas as Cores do Natal" foi um dos meus favoritos da antologia, e queria MUITO saber como ela desenvolveria a sua narrativa em um texto maior - sem falar que, assim como o título deixa bem claro, esta novela é focada em um relacionamento de AMIZADE, e eu sou um completo vendido quando se trata do assunto em livros do gênero Jovem Adulto. Ah... E também temos esta capa linda, é claro. E sou um vendido neste campo também, o que significava que, sim, "Amizades e Cacatuas" já estava no meu radar desde que saiu.
.

quarta-feira, 5 de junho de 2019

Opinião: Sabor da Maré

.
''Bookcrushes'' Assegura: A resenha a seguir está completamente livre de Spoilers... Leia sem Moderação e divirta-se!
.
Sinopse:
.
"Sentada na pedra do Arpoador, Diana conversou com a morte pela primeira vez." 
.
Depois da morte do pai, afogado em um acidente no mar do Rio de Janeiro, Diana passou a frequentar a praia do Arpoador para tentar resgatar alguns momentos com ele. De tanto chamar pelo pai neste lugar, uma mulher acaba ouvindo, mas as respostas que ela traz para Diana podem não ser o que ela esperava
.
Sabor da Maré é um conto de realismo fantástico escrito por Eric Novello, autor de Ninguém Nasce Herói e Neon Azul. 
.
O que eu achei?
.
A sensibilidade que Eric Novello mostrou ter ao escrever este conto é simplesmente magnífica. Falar sobre temas tão pesados como o luto, a depressão e o suicídio, mas de uma maneira completamente respeitosa e com uma poesia enorme, é algo a ser aplaudido de pé - e aqui o autor faz isto com maestria. Mesmo já tendo conhecido o seu texto através da "distopia" (foco nas aspas) Ninguém Nasce Herói, em Sabor da Maré é como se estivéssemos encontrando um outro narrador, com uma prosa bem específica, em um ritmo constante e tranquilo - quase como o balanço do mar. 
.

Opinião: Pá de Cal

.
''Bookcrushes'' Assegura: A resenha a seguir está completamente livre de Spoilers... Leia sem Moderação e divirta-se!
.
Sinopse:
.
Seis pessoas acordam sem memória em uma vila. Cada uma delas em uma casa, no interior de uma estranha floresta artificial. Em cada casa há uma caixa trancada por seis fechaduras e uma carta, com uma das chaves e um bilhete que diz: 
.
"Suas lembranças estão no interior desta caixa. Para abri-la você terá que reunir as chaves das outras cinco pessoas que estão na vila. Se uma pessoa reunir as seis chaves e abrir a caixa, um sistema irá destruir automaticamente o interior das outras cinco. Somente um poderá se lembrar quem é. Boa sorte." 
.
Descubra por que as seis pessoas estão nessa misteriosa vila. Quem conseguirá recuperar sua memória. Como ela fará isso. E, principalmente, a que custo. 
.
O que eu achei?
.
Esta é a minha primeira experiência com uma história de Gustavo Ávila, e eu estava bastante empolgado por conta de todas as coisas boas que ouvi sobre o seu romance de estreia, O Sorriso da Hiena. Mesmo sendo de gêneros distintos - pois, já pela sinopse, percebemos que este tem uma premissa bem Sci-Fi/ Black Mirror, enquanto Sorriso é um thriller - não posso dizer nem por um segundo que não fui cativado e, principalmente, instigado pela narrativa ágil e bem conduzida do autor.
.

segunda-feira, 3 de junho de 2019

Opinião: A Canção de Amana

.
''Bookcrushes'' Assegura: A resenha a seguir está completamente livre de Spoilers... Leia sem Moderação e divirta-se!
.
Sinopse:
.
Durante um passeio na floresta acompanhada dos seus irmãos, a curumim Amana escuta o clamar de uma voz desconhecida buscando seduzi-la para encontrá-lo, para então, desvendar os mistérios por trás da sua natureza até então, casta e inocente. Tal surgimento levanta questionamentos sobre o que a menina é e o que ela poderá representar para sua família e tribo, se ela continuar escutando essa voz sedutora e permitir ter a sua alma corrompida por ela. 
.
Cada vez mais atormentada pela voz e os seus desejos, a curumim é desafiada a tomar uma decisão: abandonar a sua tribo e ceder ao chamado de tal voz pérfida seduzindo a para descobrir a sua essência verdadeira ou ser atormentada pelo espectro tenebroso do que ela poderia ser? Em um caminho sem retorno, Amana precisará ouvir a canção que mora em seu coração para tomar essa decisão.
.
O que eu achei?
.
A Canção de Amana, de Barbara Herdy, é aquele tipo de história perfeita para se ler quando estamos em uma viagem de ônibus ou mesmo enfrentando em uma fila chata de banco. Em poucas páginas, a autora constrói o pequeno mundo da curumin que dá nome ao conto - de forma ágil e concisa, e tudo muito rico em características tradicionais e regionalistas, quase como se esta fosse apenas mais uma lenda indígena.
.

Opinião: Nós - O Felizes para Sempre de Ryan & James

.
''Bookcrushes'' Assegura: A resenha a seguir está completamente livre de Spoilers... Leia sem Moderação e divirta-se!
.
Sinopse:
.
Ryan Wesley (Wes) e James (Jamie) Canning se conheceram num acampamento de hóquei quando crianças. A amizade entre os dois cresceu pouco a pouco até que um acontecimento inesperado os afastou. Quando eles se reencontram na faculdade, ambos já adultos, se apaixonam e iniciam uma nova relação, agora de amor. 
.
Por motivos profissionais, Wes não quer que seu relacionamento se torne público, mas um de seus colegas de time se muda para o mesmo prédio onde ele está morando com Jamie, e a vida secreta que os dois construíram cuidadosamente corre o risco de ruir. 
.
Com o mundo externo pronto para testá-los, Jamie e Wes precisam descobrir do que são capazes em nome do amor que têm um pelo outro.
.
O que eu achei?
.
Quando li Ele - de Elle Kennedy e Sarina Bowen - em 2016, uma das minhas grandes frustrações foi pelo fato das autoras terem desperdiçado uma boa sinopse com um emaranhado de cenas hots por cenas hots. Mas, surpreendendo a mim mesmo, as duas encontraram a sua redenção com Nós.
.
Diferente do seu antecessor, em Nós nós vemos um esforço das autoras em desenvolver a personalidade dos protagonistas e também os dilemas que a relação do casal causa a este ponto da história. Tanto Jamie como Wes precisam enfrentar os receios do que cada um representa no relacionamento, e tanto a insegurança de um lado como o ressentimento profissional do outro foram caminhos que gostei de terem sido abordados no decorrer da narrativa.
.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...